Amor - Própio

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Bom dia Meninas!!!
Ontem não passei por aki, me desculpem viu?
O meu mundo anda muito tumultuado, é comigo e com tudo a minha volta. Confesso que nada anda bem , estou muito deprimida, com medo.... Enfim, mais naõ irei desistir.
Minha RA , Confesso que estou tentando fazer direito, não está perfeita mais está melhor do que eu andava fazendo antes.
Hoje assim que liguei a Internet, me deparei com um texto que caiu como luva para mim, então resolvi dividi-lo com vocês, espero que gostem, pq para mim foi um tapa de luva!!!

Texto de :Sandra Maia autora dos livros: Eu Faço Tudo por Você - Histórias e relacionamentos co-dependentes e Você Está Disponível? Um caminho para o amor pleno.

É nas relações que nos encontramos e também nos perdemos. É- o amor deveria mesmo libertar, fazer-nos mais. Mais felizes, mais íntegros, mais possíveis - mais por muito mais tempo... A questão é que enlouquecemos no durante - o que elimina as possibilidades de chegarmos ao relacionamento saudável. O fim chega muito antes...
Você vai concordar comigo: todo início de relação é mágico. Ficamos mais bonitos. Mais vaidosos. Mais atraentes. Fazemos-nos melhor em todos os sentidos. Isso quer dizer que nos encontramos! Entramos naquela fase de encantamento. Vale frisar: esse encontro traz consigo liberdade, amor, força, tudo o que nos afasta do medo, da ilusão, do ego...
Ok! É também verdade que além de nos amar mais, vamos amar ainda ao outro a nova condição, a relação e todas as suas oportunidades. Tornamo-nos deslumbrantes. E isso é explicado até mesmo pela ciência. Quimicamente, nosso organismo passa por uma série de transformações quando nos apaixonamos, que contribuem para o brilho.

problemas:

A questão é que, com o tempo, deixamos de focar em nós. No que nos faz bem. No que nos tranqüiliza e nos preenche com essa sensação de liberdade - de poder, de realizar. Aos poucos, de forma inconsciente, deixamos tudo isso de lado para tentar entender o outro. Viver a vida e o sonho deste. Amá-lo a um custo que, dificilmente, vamos poder pagar - o preço é a nossa vida, nossos sonhos, nossos valores. Então problemas à frente. Na relação e conosco.
Conosco porque perdemos a oportunidade de nos manter íntegros. Desbotamos. Perdemos a cor. Deixamos de ficar atraentes para o outro e para nós mesmos. Anulamos-nos em função de um algo que entendemos ser maior que nós mesmos: A RELAÇÃO.

Pra baixo:
E, nesse caminho, com passagem direta para o fim do poço, perdemos o outro e a NÓS MESMOS. Deixamo-nos abandonar. Não mais sorrimos. Não mais exercemos nossa liberdade. E, iludidos, cegos pela paixão, esperamos que o outro faça o mesmo. Que fique conosco acorrentado - diretamente para baixo, para a lama.
É claro que não fazemos isso de propósito. Fica fácil compreender que fazemos porque é o que sabemos. Não aprendemos a nos relacionar de outra maneira. Não amadurecemos emocionalmente. Não agimos como homens e mulheres, e sim como meninos e meninas - quer dependem de um ou outro para tomar qualquer decisão, até aquelas mais simples.
Exemplos? COLOCAR LIMITES, NÃO CONCEDER O QUE NÃO SE PODE, DEIXAR DE EXISTIR, TORNAR-SE INVISÍVEL NA RELAÇÃO PARA NÃO ATRAPALHAR O OUTRO, DIZER NÃO, BASTA, etc, etc... E, nesse contexto, fica simples prever o fim. Acabamos com a relação e com tudo o que ela poderia nos trazer de bom, de verdadeiro, de amor.

Escolhas:
O problema é sempre o mesmo. Fazemos escolhas que não são as melhores para nós. Para nossa vida. Escolhemos pares para nos distrair e não para amar. Escolhemos viver problemas. Abrir mão do sonho. Do amor próprio. Escolhemos aqueles tais que nos destroem emocional e fisicamente.
Por que agimos assim? Talvez porque não saibamos receber. Não aprendemos! Achamos-nos não merecedores de felicidade, de amor, de vínculo, de relações saudáveis. E o quanto antes entendermos essa equação, mais chances de virar o jogo. Mudar a escolha. Acordar para a vida.
Até lá, espero que possamos ser generosos para conosco - assim como temos sido com esses parceiros que nada agregam, ao longo do tempo. Fica aqui uma única certeza: para ser amado, respeitado, admirado há que trabalhar muito o autoconhecimento, a auto-estima, o que se pode ou não se pode.
No mais, te convido a continuar a busca. A busca por si só. Ao final, esse é mesmo o caminho para chegar ao outro verdadeiramente.
http://br.noticias.yahoo.com/s/09022010/11/entretenimento-relacionamentos-conhece-ti.html
Um beijo no coração de todas!!!!!

8 comentários:

Bia Jones disse...

Amiga...se anima ai....vc é linda!
E a Bia aqui num vai deixar vc desanimar não...huhuhuhuhulllll

Bjusss

Kaká Magrela disse...

Amiga animoooo, por mais que seus problemas sejam grandes vc tem que ser forte pra conseguir passar por eles, no ano passado passei por problemas terriveis, nada tava dando certo a minha volta ... tentava nao reclamar , mas tinha dias que o mundo desabafa , hoje estou melhor mas ainda tenho problemas serios que tenho que enfrentar ... No final tudo dá certo ... fika com Deus ...bjus

Paty disse...

obrigada!

Paty disse...

obrigada pelo carinho Meninas!!!!
Para mim está dificil essa semana, mais vou conseguir !!!!!

Bia Jones disse...

Amiga mto obrigada pelo carinho viu....fiquei mto feliz de poder te ajudar em alguma coisa...e pode contar comigo sempre!

Vc é mto especial...e juntas vamos fazer diferença!!!

Bjusss

Marcela Negri disse...

Ótimo texto...
Mas sabe, não desanima não. O Sol nasce denovo TODOS OS DIAS e isso é apenas um detalhe, mas faz tooooda a diferença!

Tô te seguindo.
Sou amiga da Bia.

Beijos!

Dália disse...

Ei querida
q bom q me achou...eu quase nunca encontro ninguem aqui de BH..vc mora em qual bairro?
obrigada pelas dicas pelo carinho
Amei!
to te add aqui
bjoks
fica c Deus

Paty disse...

M moro no bairro Concordia!

Postar um comentário

Obrigada por estarem sempre aki.

Luta sem Fim Copyright © 2009 Designed by Ipietoon Blogger Template for Bie Blogger Template Vector by DaPino